Arsal é uma das primeiras agências reguladoras do País a digitalizar seus documentos

Propiciar aos entes regulados e cidadãos em geral o acesso de forma mais rápida e moderna a processos, contratos e arquivos é a meta principal do Sistema de Digitalização de Documentos que está sendo implantado, de forma pioneira, na Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal). A perspectiva é que um milhão de documentos sejam digitalizados, diminuindo ainda a burocracia processual.

“Essa estruturação é importante para modernizar a gestão e trazer mais eficiência e eficácia à regulação dos serviços públicos. A digitalização ainda democratiza a informação, facilitando a consulta e o acesso a documentos, que passam a ocorrer de forma mais célere e transparente, além de gerar economia para o órgão. Por tudo isso, consideramos esse trabalho um marco”, avaliou o presidente da Arsal, Marcus Vasconcelos. O Sistema de Digitalização foi apresentado aos diretores, gerentes e demais servidores da Agência Reguladora na tarde desta terça-feira, 17, pelos representantes da empresa Greendoc, responsável pelo trabalho. A apresentação aconteceu no auditório da Arsal.

“Com o processo de conversão do material físico para digital, funcionários e gestores terão acesso aos documentos de qualquer lugar”, explicou Wendell Amorim, supervisor da Greendoc, acrescentando que a digitalização evitará ainda problemas como a perda de processos.

Segundo o supervisor, um milhão de documentos devem ser digitalizados e organizados no acervo documental da Agência Reguladora. O trabalho envolverá também a identificação e orientação de descarte de arquivos prescritos e disponibilização em software de gerenciamento eletrônico de documentos.

Fonte: Arsal é uma das primeiras agências reguladoras do País a digitalizar seus documentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *